Mostrando postagens com marcador Filmes. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Filmes. Mostrar todas as postagens

5 filmes que não canso de assistir

06/09/2017

Não sei você, mas eu sou o tipo de pessoa que pode até assistir filmes novos, mas sempre acaba voltando pros antigos amores. Inclusive sei as falas de cor! Por esse motivo decidi compartilhar por aqui alguns longas que não canso de ver. Vai que você também gosta deles, né?

1. As Branquelas


Dois agentes do FBI se disfarçam de socialites pra não perderem seus empregos e aproveitam pra investigar um pouco sobre alguns ricaços cheios das falcatruas.
Vira e mexe esse filme passa na TV e não importa o que mais esteja passando, coloco nele e começo a assistir pela 1156869 vez. Gente, sério, desconheço outro filme que tenha me feito rir tanto na vida!

Três motivos pra assistir: piadinhas que dificilmente vão te ofender | coreografia na balada | deboche do começo ao fim
2. Missão Madrinha de Casamento


A melhor amiga de Annie vai casar e a chama para ser madrinha. Mas essa vai ser uma missão mais difícil do que o esperado, já que ela aparentemente tem uma nova melhor amiga escrotíssima e as outras madrinhas são malucas.
Gosto tanto desse filme que até comprei o DVD. É muito fácil se identificar com as neuras da Annie, fora que as outras madrinhas realmente são malucas e isso gera situações hilárias.

Três motivos pra assistir: te ajuda em momentos de crise existencial | fala sobre amizade de um jeito bacana | Melissa Dona da Comédia McCarthy
3. De Repente 30


Jenna tem 13 anos e deseja ser popular. Só que isso está bem longe de se tornar realidade. Quando sua festa de aniversário dá errado, ela pede ao universo para ter 30 anos e ser bem-sucedida... e é atendida! O problema é que a vida de adulta não é sempre tão divertido assim. E ela só consegue em uma pessoa que pode ajudar: Matt, seu melhor amigo.
Desde a época das locadoras tenho um amor forte por De Repente 30. É uma comédia tão fofa e inocente que melhora seu dia em 300%.

Três motivos pra assistir: trilha sonora bapho | cenas que fazem os olhinhos brilharem | Matt <3
4. 10 Coisas Que Odeio em Você



Cameron quer ficar com Bianca, mas Bianca não pode sair com ninguém enquanto sua irmã mais velha, Kat, não namorar também. Pra resolver essa situação, entra em cena Patrick Verona, responsável por conquistar o coração da megera.
Será que preciso mesmo fazer as apresentações? Além de ser um ícone dos anos 1990, o filme é leve, divertido e cativante.

Três motivos pra assistir: o feminismo da Kat | Joseph Gordon-Levitt bebê | o vestido de festa de formatura da Bianca
5. As Patricinhas de Beverly Hills


Cher é uma garota rica que decide mudar o visual de uma nova amiga, Tai, que não é tão descolada assim. O problema é que acaba descobrindo falhas não apenas no visual de Tai, mas também na sua vida aparentemente perfeita.
Tá aí outro filme que vira e mexe passa na TV e paro tudo pra assistir. É muito legal ver que mesmo depois de tantos anos a história continua atual ao falar sobre necessidade de agradar os outros e aquele clássico clichê de que dinheiro não compra felicidade.

Três motivos pra assistir: Os figurinos | Paul Mozão Rudd | é uma adaptação de Emma, da Jane Austen

E você, qual filme não cansa de assistir?
Me encontre por aí: Facebook | Instagram
Beijos,

             Duane
logoblog

Assistidos Agosto 2017

28/08/2017


Confesso que o Assistidos de agosto está meio minguado... Pra quem assistiu um monte séries, filmes e documentários em julho, eu meio que acabei atrasando um monte de coisa que tinha na minha lista. Mas foi por um bom motivo!
Leia também: Assistidos Julho/2017

How I Met Your Mother (2ª, 3ª, 4ª e 5ª temporadas) - disponível na Netflix até 03/09/2017


Eis aí a grande culpada pelo meu atraso! A Netflix vai tirar HIMYM do catálogo dia 3 de setembro, então eu comecei a assistir que nem louca pra ver se conseguia terminar a tempo. Não deu, né mores. Mas pelo menos tentei.
How I Met Your Mother gira em torno de Ted e seus amigos, Barney, Robin, Marshall e Lily. Em 2030, Ted conta para seus filhos como conheceu a mãe deles. São 9 temporadas que contam histórias não somente dele, mas também do grupo.


Como basicamente já sei tudo que vai acontecer por conta dos maravilhosos spoilers da internet, não fiquei muito chocada com os plot twists, mas olha, estou gostando bastante! Dou altas risadas (apesar das incontáveis piadas sem noção – leia-se: machistas e gordofóbicas) e o enredo está conseguindo se desenrolar bem.

Black Mirror (2ª temporada) - disponível na Netflix


Fiquei chocada e pasma em ver como tudo aquilo é ficção, mas poderia muito bem ser da nossa realidade.
Black Mirror é uma série diferente do que estamos acostumadas a ver por aí. Cada episódio tem uma trama que se passa num futuro não muito distante, e mostra os efeitos da tecnologia na sociedade, além de dramas pessoais que todo ser humano tem.


Tento não ver mais de um episódio por dia porque é muita coisa pra absorver. É de abalar o psicológico mesmo! Os próprios criadores já disseram que o objetivo é incomodar quem assiste, forçar uma reflexão. E eles não falham, viu? Apesar de destruir nosso emocional, Black Mirror é viciante.

Tinha que ser ele? - disponível no Telecine On


Já fazia algum tempo que esse filme estava na minha lista, então, pra dar um tempo de HIMYM, decidi dar uma chance.
O longa gira em torno de Ned, que vai visitar sua filha, Stephanie, mas fica chocado ao descobrir que ela está namorando Laird, um cara que ficou milionário após ter criado um videogame que viralizou. Laird é completamente sem noção: fala palavrões o tempo todo, gasta dinheiro a vontade e tem atitudes completamente inusitadas (o que cria várias tortas de climão).


Olha, achei que iria ser mais engraçado. Apesar do trailer sugerir que coisas pesadas iriam acontecer, não achei nada que me surpreendesse. É um filme bobo que faz o tempo passar super rápido e arranca algumas risadinhas (indico para aquele dia de tédio em que não há nada pra fazer).

SIM, eu só assisti isso. Prometo que mês que vem o Assistidos vai ser mais variado.

Curtiu a minha lista? O que você assistiu em agosto?
Me encontre por aí: Facebook | Instagram
Beijos,
            Duane.



logoblog

Assistidos Julho 2017

26/07/2017


Julho é mês de férias, então aproveitei pra assistir coisas bem bacanas (e outras nem tão bacanas assim). Vem ver os assistidos julho/2017 o/

Confira também: Assistidos Junho/2017

Unbreakable Kimmy Schmidt (1ª, 2ª e 3ª temporada) – Disponível na Netflix


Sitcom que tem episódios curtinhos (no máximo meia hora) e arranca boas risadas. Kimmy foi resgatada após viver 15 anos em um bunker (um reverendo a sequestrou e disse que o mundo tinha acabado). Agora, com 30 anos, ela decide viver em Nova York e superar o passado, sempre com um sorriso no rosto.
Cara, fiquei simplesmente apaixonada por essa série. Todos os personagens são incríveis e a postura da Kimmy diante dos obstáculos é sensacional. Até fiz um post dando 3 motivos pra você assistir ainda hoje.

Humano, uma viagem pela vida – Disponível na Netflix e no Youtube


Desde que esse documentário saiu nos cinemas tenho vontade de assistir. Ele nada mais é do que um monte de pessoas do mundo inteiro (incluindo brasileiras), em frente a uma câmera, num cenário neutro, como se estivessem conversando com quem assiste, falando sobre vida, morte, amor, guerra, ser mulher, ser homem, enfim. É tocante. Confesso que fiquei entediada nas transições, que apesar de lindas, duram uns 5 minutos. Mas, de modo geral, gostei muito. É de fazer a gente parar pra pensar mesmo. Vale a pena.

How I Met Your Mother (1ª temporada) – Disponível na Netflix (só até setembro, está pra ser tirada do catálogo)



SIM! Eu, fã maluca de Friends, resolvi dar uma chance às histórias do Ted. Pra quem ficou numa caverna nos últimos anos, How I Met Your Mother nada mais é do que Ted no ano de 2030, contando pros seus filhos como conheceu a mãe deles. Mas não é simplesmente “ah, conheci sua mãe em tal lugar”. Não. Ele conta tudo (ao longo de nove temporadas), incluindo as histórias de Lily e Marshall (adoro), Barney e Robin, seus amigos. Achei essa primeira season incrível. Ri e me emocionei pra caramba. Segundo informações (e diversos spoilers que tomei), o negócio vai ficar bombástico. Já estou na metade da segunda temporada e, sinceramente, HIMYM já conquistou um espaço bem grande no meu coração.

Black Mirror (1ª temporada) – disponível na Netflix


Créditos das imagens
Sabe aquela série que depois de assistir você não sabe dizer se gostou ou não? Foi assim comigo e a primeira temporada de Black Mirror. Fiquei impactada, inclusive esse é objetivo dos criadores. Sem dúvidas o que mais mexeu comigo foi o episódio 15 milhões de créditos. Acho que cada pessoa se sente mais abalada por determinada trama, sabe? É um monte de socos no estômago, mas recomendo pra todo mundo.

Minimalism, um documentário sobre as coisas importantes – Disponível na Netflix



Dois caras perceberam que apesar de serem cheios da grana, estavam infelizes pra cacete. Aí se tocaram que toda a sua vida foi projetada em torno de coisas materiais e começaram a seguir o estilo de vida minimalista. Ficaram tão bons na coisa que lançaram um livro e viajam pelos EUA ministrando palestras sobre o assunto. Esse documentário fala sobre eles e outras pessoas, ao mesmo tempo em que elas explicam todo o conceito de minimalismo. Gostei MUITO, esse documentário é do tipo que te faz repensar coisas da nossa vida.

La la land



Não gosto de musicais, não sei porque fiz a besteira de tentar assistir esse. É lindo, as músicas são ótimas, o final não é óbvio, mas eu não gostei. Uma pena. Pra saber mais sobre a história, corre ler a resenha da Thami.

Friends from College – disponível na Netflix



Seis amigos da faculdade se reencontram em Nova York 20 anos depois da formatura. O resultado disso? Uma sitcom bem... estranha. Aguarda e confia que vai ter post só sobre isso ;)

Bojack Horseman (1ª temporada) - Disponível na Netflix


"Eu sou responsável pela minha felicidade? Não consigo ser responsável nem pelo meu próprio café da manhã!"
Assisti despretensiosamente por indicação da Andressa e socorro, amay! A série é um desenho animado pra adultos e mistura animais com seres humanos. O protagonista, Bojack, é um cavalo de 50 anos que foi muito famoso nos anos 1990, mas hoje em dia é meio que uma celebridade problema. Sei que parece estranho (e é), mas sério, é muito engraçado. Fora que as coisas que o Bojack faz acabam levando a uma reflexão pessoal: será que estamos sendo pessoas boas?

Ei, curtiu o que andei assistindo em julho? E você, o que assistiu e gostou?
Me encontre por aí: Facebook | Instagram
Beijos,
          Duane.
logoblog

Filme: The Secret

06/07/2017


Você já ouviu falar no filme The Secret? Hoje em dia o livro é mais conhecido, mas em 2006, quando o filme foi lançado, o negócio bombou. Fiquei curiosa e quando vi que ele está disponível na Netflix, corri pra assistir.
The Secret (O Segredo) fala sobre a lei da atração, como ela funciona e o jeito certo de utilizá-la. Para isso, a Rhonda Byrne (autora do livro) reuniu um grupo de pessoas diversas, desde autores best-sellers até físicos quânticos, que vão explicando tudo ao longo do filme. Além dessa galera, também são mostradas frases de pessoas historicamente bem-sucedidas, como Albert Einstein e Martin Luther-King. Tudo a fim de dar embasamento para o que é falado.


Olha, já vou mandar a real: de início você vai achar bem tosco. Porque realmente é. O cenário (obviamente feito com chroma key – aquele fundo verde do Chaves) e as dramatizações (sério, que bizarro aquele gênio da lâmpada) são o ó. Mas, porém, entretanto, o filme prende desde o primeiro momento, já que o importa mesmo não é o que está sendo visto, mas sim o que está sendo falado. O conhecimento é o mais importante.


O jeito como eles explicam as coisas é muito claro (inclusive achei melhor explicado do que no livro) e de repente tudo faz sentido. É como se colocassem a faca, o queijo e de brinde o orégano nas suas mãos. Esse é realmente o ponto mais legal: fica ao seu critério, utilizar esse conhecimento ou não.
Claro, é sempre bom assistir com aquela pulguinha atrás da orelha. Minha dica é focar nas informações sobre a lei da atração e abstrair aquela idealização milagrosa que é feita pra te convencer.
The Secret é um filme maravilhoso pra finalmente entender de verdade tudo sobre a lei da atração. Simples e direto, no mínimo vai fazer você pensar de uma forma um pouquinho mais diferente.

Ficou com vontade de assistir?
Me encontre por aí: Facebook | Instagram
Beijos,

            Duane.
logoblog

Assistidos Junho/2017

28/06/2017


Como junho foi fechamento de semestre, foram poucos os assistidos. Poucos, porém bons. Quer ver?

Leia também: Assistidos Maio/2017



Foi ótimo reassistir esse filme em pleno dia dos namorados. Fiz resenha aqui no blog e super recomendo.

O Segredo


Sim, esse é o filme do livro The Secret. Ele fala da lei da atração e traz lições bapho. Segura a emoção: vou fazer post sobre ele mês que vem!

O Fabuloso Destino de Amelie Poulain


Amelie é uma mulher excêntrica que leva uma vida pacata e solitária, mas tudo muda quando ela encontra uma caixinha do antigo morador no seu apartamento e resolve devolvê-la.


Nossa, fiquei MUITO realizada por assistir esse filme. Queria ver já fazia um bom tempo e não me arrependi nem um pouco. É uma coisa bem diferente do que a gente está acostumada a assistir, justamente por ser um filme francês. A fotografia é linda e a história envolve muito. Fora a mensagem final, que dá aquela vontade de viver de maneira mais intensa todos os dias.

The Fundamentals Of Caring


Assisti por indicação da Karol Pinheiro e meldels, QUE FILMÃO! Não vou dar detalhes do enredo porque é até bom não saber muita coisa dele, mas já adianto que vai te emocionar <3

E você, o que assistiu esse mês? Já viu os que indiquei?
Me encontre por aí: Facebook | Instagram
Beijos,
          Duane.
logoblog

Como ser solteira

14/06/2017


Há uns três meses atrás assisti um filme que se chama Como Ser Solteira. Aliás, foi ele que me deu a ideia de fazer a semana especial das solteiras aqui no Claramente Insana! Por aí você já tira o quê? Que eu fiquei bem impactada com tudo que vi, claro.


Como Ser Solteira conta a história de Alice, uma jovem adulta que dá um tempo no seu relacionamento de quatro anos porque percebe que nunca aprendeu como ficar sozinha. Por isso ela vai morar sozinha em Nova York, tem mais contato com a irmã, Meg, e conhece Robin no escritório de advocacia em que passa a trabalhar. O filme também mostra as histórias de Lucy e Tom.


Alice é aquele tipo de garota que nunca ficou solteira na vida e quer a parte divertida disso, esquecendo das coisas boas que um relacionamento proporciona. Por outro lado, sempre que entra em um relacionamento, se esquece do que quer, dando prioridade para as vontades do namorado.


Meg é completamente focada em seu trabalho e tem uma visão de como ser solteira que bateu muito com a minha. Ela sabe que essa ideia de que solteiras vivem na balada pegando geral e se divertindo horrores na night é ótima, mas não serve pra todo mundo.


Já Robin é a típica garota baladeira que quer mais é aproveitar, passar o rodo e se divertir como se não houvesse amanhã.


Tom é aquele cara que todas as solteiras já conheceram: ele te trata como uma princesa, demonstra sentimentos, mas não quer nada sério.
Lucy é segura de si, mas quer muito estar em com alguém, por isso procura loucamente um cara por sites e aplicativos. Se eu me identifiquei com ela e seus os dates furados? Sim, obviamente.
Pra falar a verdade, me identifiquei com todo mundo. O mais legal desse filme é que ele mostra na real como é ser solteira. Não existe uma fórmula, não é aquela caixinha em que a sociedade tenta te colocar.


Cada personagem passa por um processo de crescimento individual incrível. Claro, não vou dar spoiler, mas já adianto: se você está solteira, com certeza vai se identificar em vááários momentos.


Dois bônus muito legais: a tecnologia é mostrada de uma maneira muito bacana  e a trilha sonora é bapho.
Tem na Netflix e é mara. Tenho certeza que você vai gostar.


Me encontre por aí: Facebook | Instagram
Beijos,

            Duane
logoblog

Assistidos: Maio/2017

30/05/2017


Agora que estou conseguindo assistir mais filmes e séries, resolvi criar um novo post mensal aqui no blog, o #Assistidos. Todo fim de mês vou contar o que andei assistindo. Como não amar?

Girlboss


Muita gente não curtiu, mas eu amei. Até fiz post aqui no blog sobre isso. O lance é que, no fim das contas, amei ver uma protagonista completamente humana, sabe? Alguém que faz merda, reconhece que fez merda e faz merda outra vez. É utopia dizer que não somos assim. Vou parar por aqui pra não fazer polêmica (aloka), mas corre lá ler meu post pra tirar suas próprias conclusões ;)

13 reasons why


Nossa, fazia tempo que um seriado não dava tanto tapa na cara da sociedade. É tudo que tenho pra dizer. Recomendo também esse vídeo da Maira Medeiros. Ela resumiu o que eu penso sobre a série.

Gatinhas e gatões


Foi interessante assistir pela minha primeira vez um filme antigo com o olhar atual. Óbvio que não fiquei julgando, mas apesar de ter amado, achei muita coisa errada. Pra entender, lê o post que fiz sobre ele.

Felipe Neto: Minha vida não faz sentido


Não sei se é porque não acompanho mais o Felipe como antigamente, se é porque já li muito livro de autoajuda ou se simplesmente esse stand-up não é tão bom. O lance é que eu meio que me decepcionei. Sei lá, pareceu mais do mesmo, sabe? Mas vale a pena assistir pelo menos pra aplicar o teste peruzômetro nos seus tios homofóbicos (melhor parte).

Las Chicas del Cable


Foi a série que mais gostei de assistir nesse mês. Fiquei até enrolando pra assistir porque não queria terminar HAHA. Corre ler meu post sobre ela pra ver o porquê disso.

Nuestros Amantes


Por ter assistido Las Chicas del Cable, a Netflix me recomendou esse filme. E não é que é bom? Nossa, curti demais! Pra ter graça você não pode saber muito do enredo, já que de início a gente fica meio “oi? O que está acontecendo?”. Tudo que posso dizer é que se trata de um jogo sem tecnologia entre dois adultos que se conhecem aleatoriamente (ou não – sei lá, joguei, lide com isso) em um bar/livraria (não é sexual, juro, não é 50 tons de nada!). Uma comédia romântica diferentona que super vale o seu tempo.

The To Do List



Assisti por recomendação da Mis (e das milhares de páginas alternativas do Facebook que vivem postando esse gif) e adorei. O filme conta a história de uma adolescente feminista que faz uma lista de coisas sexuais para serem feitas antes dela começar a faculdade, pra se sentir sexualmente experiente e tal. Achei incrível ver um filme assim mais besteirol voltado pra sexualidade feminina. Foi muito divertido de assistir e também faz a gente pensar um pouquinho.

Magia ao Luar



Sabe aquele filme que você quer ver há tempos e nunca dá certo de pegar pra assistir? Magia ao Luar era desse tipo pra mim. Até que foi lançado na Netflix e eu tomei vergonha na cara. A história gira em torno de uma suposta vidente, e de um mágico contratado para desmascará-la. Não é o melhor filme do mundo, mas é bem light, aquela coisa que você assiste pra distrair a cabeça mesmo. Fora que a fotografia e os cenários são maravilhosos (e você vai poder dizer que já assistiu um filme do Woody Allen).

Bad Moms



Indicação da Mis (de novo!) e da Thami. Gostei, viu? Muito legal ver filmes que mostram na real (ou quase) como é ser mãe no séc. XXI.

Não sei como ela consegue


MELHOR CENA
Não sei como descrever o quanto gostei desse filme, isso sim! Nossa, que maravilhoso ver pela primeira vez na vida a história de uma mulher que equilibra trabalho, casa, marido e filhos, sofre por conta disso mais ainda assim é feliz. E eu amei MUITO FORTE o final ❤ Girl Power, mores. Aliás, girl power não. WOMAN POWER ❤

Se enlouquecer não se apaixone



Outro que queria ver há muuuuuito tempo. Achei fofo. Quem dera eu tivesse assistido esse filme na minha adolescência! Iria ter entendido mais cedo que é normal se sentir ansioso e fora da casinha nessa fase (e pela vida toda também – e tá tudo bem).

Hot Girls Wanted Turned On



Ainda vou fazer post específico sobre esse porque cara, É LACRE! Uma série documental que mostra os efeitos da tecnologia nos relacionamentos atuais? Só pode dar bom. Mas aguarde e confie que vai ter resenha detalhada.

Ufa! Quanta coisa da hora, né? Ficou com vontade de assistir alguma coisa da minha lista? Já assistiu? Conta aí, bora conversar ❤
Me encontre por aí: Facebook | Instagram
Beijos,
          Duane.
logoblog
1 a 6123456Próximo
1T 1U 1V-1k

Receba as novidades do blog no seu e-mail

Siga no instagram